CONHEÇA NOSSO BLOG
08Out
2020 10 07 Inteligência Artificial Aplicada Nos Processos De Recrutamento E Seleção

Inteligência Artificial nos Processos de Recrutamento e Seleção

Compartilhe!

A inteligência artificial aplicada ao dia a dia das organizações deixou de ser uma tendência tecnológica ou uma visão futurista e se tornou uma importante aliada dos processos. Diversas áreas hoje estruturam suas entregas contando com softwares que qualificam a gestão da informação, otimizando a tomada de decisões e melhorando a eficiência das empresas. Na área de Recursos Humanos, uma das aplicações da inteligência artificial ocorre nos processos de recrutamento e seleção e permite que a equipe possa assumir uma postura mais estratégica na avaliação de candidatos.

Sabemos que uma contratação bem feita é o primeiro passo para retenção dos talentos. E que os altos custos atrelados aos processos de turnover podem ser evitados quando entendemos a importância e investimos na etapa de seleção dos futuros profissionais de uma organização.

Atualmente a área de Recrutamento e Seleção dispõe de muitos recursos tecnológicos que auxiliam a qualificar e reduzir a quantidade de profissionais a serem avaliados pessoalmente. Existem sistemas que realizam e integram a análise de currículos, testes online de habilidades específicas, avaliação psicológica e que mapeiam o perfil comportamental dos profissionais, sob diferentes metodologias, a fim de compor um conjunto consistente de dados sobre os candidatos.

Os sistemas de automação de recrutamento, por meio da inteligência artificial, comparam os requisitos definidos pelo gestor da vaga com as informações disponibilizadas pelos candidatos, otimizando o processo de análise e seleção dos currículos. São conhecidos como sistemas de match, que  tiveram seu início nos aplicativos de relacionamento há alguns anos, e agora promovem o encontro entre uma vaga e os candidatos mais aderentes a ela.

 Papel do Match na seleção de profissionais com a Inteligência Artificial 

Além do algoritmo organizar, analisar e identificar os dados em velocidade infinitamente maior do que em uma triagem manual de currículos, ele garante outros benefícios ao processo. Ele reduz os custos operacionais, em especial com o HH envolvido no processo, minimiza a possibilidade de falhas e apresenta resultados mais assertivos para as etapas iniciais da seleção.

Sem dúvida a utilização da inteligência artificial nos processos de recrutamento e seleção traz ganhos para as empresas contratantes, mas também impacta significativamente a experiência do candidato. Hoje o profissional não precisa mais se expor a cansativos processos seletivos aos quais se quer atenderia ao perfil realizando a maior parte das etapas de forma remota, ágil e assertiva. Uma experiência compatível com uma realidade de grande transformação digital no atual mercado de trabalho.

No entanto, vale ressaltar, que tudo isso não substitui o envolvimento humano nos processos, mas atua como um importante recurso fazendo com que o recrutador tenha mais tempo para se dedicar à outros aspectos. Seja à compreensão das expectativas de cada cliente ou gestor na definição do perfil ideal, à elaboração de estratégias de busca e realização de hunting de profissionais que não disponibilizam seus currículos nas bases de dados normalmente utilizadas e, acima de tudo, à avaliação de soft skills dos profissionais selecionados.

Assim, o RH pode assumir uma postura mais consultiva e aliar a tecnologia ao seu conhecimento sobre a cultura e os perfis de alta performance daquela estrutura em favor da seleção de grandes potenciais para a organização.

Se você busca profissionais qualificados para a sua empresa conheça o trabalho de Recrutamento Especializado da MSA RH
MSA RH aborda no blog assuntos de interesse do mercado de trabalho e procura divulgar informações relevantes para os leitores, englobando temas do ambiente corporativo, como carreira, negócios e recursos humanos. É importante frisar que todos os dados e pesquisas apresentados neste espaço são de responsabilidade de fontes confiáveis, como institutos de pesquisa e veículos de comunicação de reconhecimento nacional e internacional.
O objetivo é, portanto, traçar um panorama imparcial sobre o universo profissional e gerar discussões sobre temas atuais e essenciais não só a quem vivencia o meio de RH, como a todos os profissionais brasileiros.