CONHEÇA NOSSO BLOG
14Set
2020 09 14 Trabalho Home Office, Produtividde E Motivação 3

Trabalho home office, produtividade e motivação

Compartilhe!

A prática do home office não é uma realidade nova no meio corporativo. Especialmente em situações de viagem ou problemas de saúde, algumas empresas tiveram a oportunidade de adotar o modelo remoto, porém nada próximo da realidade que vivemos atualmente. Muitas empresas  possuem hoje boa parte do quadro de funcionários trabalhando de casa, o que desafia líderes e colaboradores a responderem importantes perguntas. Como manter a produtividade e a motivação da equipe dentro de um cenário de home office e distanciamento social?

De acordo com a Harvard Business Review, pesquisas norte-americanas mostram que o trabalhador em home office tende a estar mais desmotivado que seu par que trabalha no escritório, principalmente se a adoção do regime não for uma escolha do profissional. Essa realidade se agrava com as incertezas quanto ao futuro, que ainda assombram muita gente. Seja por preocupações relativas à própria saúde e a de pessoas próximas, ou até mesmo com a economia e o risco do desemprego.

Na França, uma pesquisa do instituto Opinionway mostrou, no começo do mês, que 48% dos trabalhadores se sentem “abandonados” pela empresa e, para 31%, a organização das tarefas a executar não está adaptada ao ambiente caseiro. Um terço dos respondentes acham que faltam compensações para a carga extra de trabalho gerada pelo home office.

O que as empresas estão fazendo para manter a produtividade e a motivação em home office

Nem tudo são más notícias, porque o novo funcionamento virtual trouxe para nossas rotinas um recurso de interação pouco explorado pelas organizações. Quando todos estão trabalhando de casa,  estão também a uma chamada de vídeo de distância uns dos outros. Empresas estão aproveitando essa fácil conexão para implementar job rotations e intercâmbios internos. Pessoas de diferentes escritórios e lugares, que muitas vezes trocavam e-mails por anos e nunca se viram podem se encontrar virtualmente.

Um aspecto a ser discutido é a importância de manter o lado humano das relações. As conversas durante a pausa do café e os almoços coletivos contribuem para um ambiente de trabalho saudável e fortalecem os laços entre os colaboradores. Uma sugestão é separar alguns minutos após determinadas reuniões para socializar e conversar sobre temas não relacionados ao trabalho. Cultivando interações que ocorreriam naturalmente no escritório. Essas ações se mostram boas ferramentas de gestão para aumentar o espírito de equipe e o sentimento de unidade da marca.

Algumas empresas estão apostando em ações como happy hour virtual e redirecionando verba das ações de RH e Endomarketing. Enviando brindes para a casa dos colaboradores ou realizando lives com personalidades e bandas famosas exclusivas para seus funcionários. Outra ação importante para a manutenção do bem estar da equipe é a disponibilização de equipamentos, material de trabalho ou o auxílio financeiro. Isso tem permitido que os funcionários façam adequações ergonômica em seu ambiente de trabalho em casa.

Os desafios impostos pela quarentena estão proporcionando grandes oportunidades de crescimento e inovação às empresas. Está sendo preciso reinventar a interação e descobrir novas estratégias de motivação dos colaboradores que vivem uma rotina atípica e cheia de inseguranças, mas que precisam sustentar sua produtividade no trabalho Home Office.

 

Se você busca uma nova oportunidade profissional conheça as vagas que estamos trabalhando.

 

MSA RH aborda no blog assuntos de interesse do mercado de trabalho e procura divulgar informações relevantes para os leitores, englobando temas do ambiente corporativo, como carreira, negócios e recursos humanos. É importante frisar que todos os dados e pesquisas apresentados neste espaço são de responsabilidade de fontes confiáveis, como institutos de pesquisa e veículos de comunicação de reconhecimento nacional e internacional.
O objetivo é, portanto, traçar um panorama imparcial sobre o universo profissional e gerar discussões sobre temas atuais e essenciais não só a quem vivencia o meio de RH, como a todos os profissionais brasileiros.